Destina-se a determinar os fatores que contribuem para uma sub ou sobrecarga de trabalho, implicando necessariamente na avaliação de como os trabalhadores sofrem tal sobrecarga (avaliação subjetiva). Os fatores que influenciam na carga de trabalho são: sexo, idade, estado físico, intelectual e psíquico, formação educacional, lay-out, jornada, mobiliário, equipamentos, relações pessoais, segurança e organização do trabalho. Como consequência, é necessário adequar a carga de trabalho à capacidade dos trabalhadores, evitando-se tanto a sobrecarga como subcarga. A falta de adaptação ao trabalho comumente leva ao aparecimento de doenças ocupacionais (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho – DORT), diminuição da produtividade e perda da qualidade.